terça-feira, 10 de abril de 2012

SETE IGREJAS DE BELÉM

Olá, eu estou aqui...
Como sempre que posso para divulgar os recantos da minha terra, do meu Estado do Pará e minha cidade Belém...
Venho mostrar as sete igrejas que visitei na última Sexta feira Santa...Porém, algumas fotos não são deste ano, são do ano passado apenas para fazermos comparações...


A Catedral Metropolitana da Sé localiza-se na Praça Dom Frei Caetano Brandão, Cidade Velha, e é o marco da fundação da cidade de Belém. Foi o lugar onde desembarcou no ano de 1616 o português Francisco Caldeira Castelo Branco para defender estas terras das invasões inimigas dos ingleses, franceses e holandeses... Belém possui ricos patrimônios remanescentes da ocupação portuguesa em nosso Estado. Pode-se afirmar que apesar dos lusos que vieram para cá não terem sido compostos pela fina flor da sociedade portuguesa, com certeza, nos deixaram grandes obras de estilo barroco neoclássico, que enobrecem o aspecto cultural da cidade e conferem um caráter luso a uma cidade cabocla amazônica.
A Catedral da Sé de Belém, a primeira igreja construída na cidade pelos portugueses, precisamente, dentro do atual Forte do Presépio, remota a fundação da cidade no ano de 1516, posteriormente, passou para o outro lado da Praça Frei Caetano Brandão, o atual Largo da Sé, onde foi erguida de modo precário, para em 1748 ser feita a deposição da primeira pedra que simbolizava o que a igreja é hoje em dia.

A construção da atual Catedral teve data certa para ser iniciada, mas, infelizmente, para ser inaugurada a obra encontrou diversos entraves, o que fez com que acontecessem várias inaugurações, por exemplo, ao ser concluído uma parte da etapa, fazia-se a inauguração, deste modo diversas datas foram atribuídas.
Conta a história que 13 anos após o inicio da construção, a obra fora interrompida por 5 anos, a autoridade eclesiástica dessa época alegou que a demora era oriunda da falta de comunicação com Portugal, pois de lá da Santa Terrinha é que vinham as instruções para prosseguimento de tal empreendimento.
Algumas literaturas e pesquisas mostram que as obras foram concluídas no ano de 1771, outros afirmam que a Catedral da Sé fora concluída em 1782, a disparidade de datas nos causa tristeza e ao mesmo tempo nos mostra como a história de nossa cidade se perdeu por causa de nosso próprio descaso, assim “o Brasil não vai para frente”...
Contudo, para nossa atual alegria, a direção das obras da Catedral foi assumida pelo italiano, arquiteto, desenhador, desenhista (os termos têm diferença), Antônio José Landi, em 1755, este havia chegado ao Brasil, de Bolonha, na Itália, em 1753, como a parte inferior da fachada já estava concluída, o Sr Landi responsabilizou-se pelas duas torres da igreja, pelo frontão triangular e pelos dois pináculos piramidais neoclássicos.
As torres são semelhantes as da Igreja das Mercês também projetada por Landi, localizada nesta cidade que mais adiante falarei dela também...
Vale dizer que apesar dos traços neoclássicos que a igreja apresenta, também há um ar de estilo barroco-rococó que se apresenta quase já no seu final...
Nas instalações internas da igreja o retábulo original de autoria de Landi, bem como a pintura de Nossa Senhora das Graças de autoria do pintor português Pedro Alexandrinho de Carvalho foram perdidos pela ação do tempo estas obras foram conhecidas apenas por desenhos.
A Catedral da Sé possui um órgão de origem francesa, confeccionado em Paris na oficina do francês Aristide Cavaillé-Coll que se constitui o maior órgão da América Latina, que foi instalado na Sé em 1882.
No ano de 2005 a nossa Catedral da Sé passou um serviço de restauro que perdurou por quatro anos, sendo reaberta no dia 01 de setembro de 2009.
A Catedral Metropolitana da Sé localiza-se na Cidade Velha, Praça Dom Frei Caetano brandão. Foi projetada pelo arquiteto Antonio Landi e suas obras começaram no ano de 1748. É uma bela Igreja, que combina três estilos arquitetônicos diferentes, barroco, colonial e neoclássico, é o ponto de partida do Cortejo que leva a imagem de Nossa Senhora de Nazaré a Basílica de seu mesmo nome na famosa festa do 'Círio de Nazaré'.






IGREJA DO CARMO

A Igreja do Carmo pertence ao estilo neoclássico localizada na Praça do Carmo, Cidade Velha. Foi construída nos primeiros anos do Século XVII e se preserva no interior da sua capela uma interessante coleção de Arte Sacra.
Está bastante estragada, a pintura em sua cúpula está demasiadamente manchada, por fora o estrago ainda é bem pior e já ouve-se falar em restauro...Tomara que isso não seja somente um boato, se alguém souber e quiser passar a informação para este blog aceitamos com carinho e divulgamos...




IGREJA DE SÃO JOÃO BATISTA
A construção da Capela de São João Batista, localizada na Praça do Líbano, em Belém PA, teve inicio no governo de Ataíde Teive em 1771, a necessidade dessa capela no bairro da cidade velha deu-se derivado da Sé está em construção e, portanto, fechada para atos litúrgicos, não havia um local seguro para guardar o Santíssimo Sacramento, a esta capela a história do Pará também confere duas datas de inauguração, há uma em que relata que a capela fora inaugurada em junho de 1777 e há outra vertente encontrada em um documento anônimo que relata que a capela fora construída entre os anos de 1769 e 1772.
O que originou esta obra foi a edificação de taipa coberta de palha datada de 1648, reconstruída em 1686, já no século seguinte, portanto século XVII, no governo referido acima, foi sentada a primeira pedra de mais uma obra do italiano Antônio José Landi.
Esta obra expressa os famosos traços arquitetônicos do grande Landi, como por exemplo, o frontão triangular, característicos de suas obras, a cúpula em forma octogonal, esta capela não possui torres, mas os pináculos estão presentes, houve um acréscimo em uma das laterais da capela não previsto por Landi.
Havia em Bolonha, na Itália uma academia que ensinava entre outras artes a Pintura de quadratura (arquitetura pintada), Landi foi um exímio aluno da Academia Clementina e na Capela de São João se encontram três raros exemplos dessas pinturas.
O restauro desta magnífica obra do competente Landi foi concluído em novembro de 1996, pede-se, no entanto, que haja manutenção de tão valioso Patrimônio histórico.
Apesar de ter havido reconstruções nota-se que em fotos tiradas de um ano para outro, lá no alto da cúpula octogonal (possui 8 gomos essa cúpula), existe a presença de uma grande infiltração que precisa ser verificada logo para não danificar um grande patrimônio histórico.






exemplos de pinturas de quadratura




IGREJA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO


CAPELA DE SANTO EXPEDITO



IGREJA DE SANTA LUZIA

ESTAS TRÊS CITADAS ACIMA SÃO IGREJAS RELATIVAMENTE NOVAS POUCO SE SABE DE SUAS HISTÓRIAS...



Esta é a Capela de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Negros (fotos abaixo) se localiza na Rua Padre Prudêncio, em Belém PA, no bairro da Campina, não há provas documentais que provem que esta obra fora de autoria de Antônio José Landi, apenas as características e peculiaridades da edificação no que tange a fachada e as decorações no seu interior dão a Landi a paternidade da obra.
Esta capela possui este nome porque fora construída para que os escravos negros daquela época pudessem assistir missas e fazerem a sua vida espiritual separadamente de seus senhores... Hoje, é bem dificil imaginar isso não é?











Uma Santa e Abençoada Semana a todos os meus leitores e seguidores,
Bjinhos!!!!

Um comentário: